Dicas imperdíveis para empreendedores iniciantes

É, não existe resposta padrão sobre como tirar determinada ideia do papel e ter sucesso para sempre.

Mas, é fundamental conhecer e dominar alguns aspectos que podem ser decisivos na abertura e perenidade do negócio.


Pesquisas do Sebrae comprovam isso. Quanto maior o conhecimento do empreendedor e suas experiências na área ou em atividades similares, maiores são as chances de a empresa dar certo.

E como gerenciar um negócio exige um conjunto de habilidades e conhecimentos preliminares, preparamos dicas para ajudar você, empreendedor iniciante.

Vamos a elas?


Empreendedor iniciante tem que se planejar e se formalizar


Abrir uma empresa requer investimentos que devem ser feitos inicialmente, além de uma análise do mercado em que se vai atuar.

Por isso é tão importante fazer o planejamento financeiro. Calcule com cuidado os custos do seu negócio para saber o quanto você deverá investir na empresa nascente.

Outro cuidado do qual você não deve abrir mão é a formalização. Isso porque a com a documentação garante conformidade e benefícios.

Ou seja, com a empresa formalizada você poderá abrir conta no banco como Pessoa Jurídica, conseguir linha de créditos e emitir nota fiscal para não se preocupar com a fiscalização, por exemplo.

E ainda por cima existirão regras de gestão claras. Ou seja, quem assina pela empresa poderá simplificar as regras de convocação de reuniões ou prever regras de dissolução parcial da sociedade, quando algum sócio se desliga ou é excluído.


Falando em escrituração fiscal, preste atenção à escolha do Regime Tributário


Recentemente, nós mostramos aqui no Blog o que é e por que é tão importante estar no regime de tributação correto.

Se você não viu esse texto, aqui está o link.

Nesse contexto de planejamento dos tributos, cabem também duas dicas básicas, mas que muito empreendedor, mesmo que já esteja no mercado, acaba se esquecendo:

• No início de cada ano, verifique o melhor regime tributário para seu negócio considerando sua atividade, utilização de mão-de-obra e lucratividade esperada

• Esteja atento a todas as obrigações tributárias – principais (dever de pagar tributos) e acessórias (emissão de notas fiscais, declarações, informações e demais deveres instrumentais) – que possam existir em suas operações, evitando autuações


Se for abrir a empresa com sócios, redobre a atenção à documentação

A área cível/empresarial é outra que precisa ser levada em conta, porque é justamente nela que nasce uma dúvida muito comum a quem quer empreender: de tocar o negócio sozinho ou em sociedade?

Antes de tomar essa decisão, conside